E hoje eu te vi de longe e meu deu uma vontade de sair correndo e ir até você só pra te abraçar. Mas eu conseguir me segurar, não foi fácil. Foi um sacrifício ficar me segurando pra não poder fazer a coisa que eu mais queria, queria dizer pra você voltar pra mim, pra sermos um casal novamente. Mas me toquei que você tá vivendo a sua vida, tá se refazendo novamente, tá bem sem mim. Aliás você sempre ficou bem sem mim. Eu queria que você soubesse que eu também tô bem, to me cuidando direitinho… como você pediu antes de ir embora. Eu tô seguindo aos poucos. Eu queria que você soubesse também que eu quero que você seja muito feliz, ou melhor, eu quero que vocês dois sejam felizes. Eu quero que ela cuide muito bem de você, quero que ela dê o melhor pra você já que eu não conseguir fazer isso. Quero que ela note quando você tiver falando pouco, é sinal que você não está bem… Até porque você sempre gostou de falar muito né? Quero que ela te abrace forte e diga no seu ouvido "eu te amo". Quero que ela te faça sorrir. Quero que ela tenha ciúmes de você e depois arrependida peça desculpas, e você sorria pra ela e fale "eu adoro ver você com ciúmes". Quero que ela não deixe o escapar, igual eu deixei. Quero que ela faça você muito feliz, quero que você se sinta completo ao lado dela. Não pense que está sendo fácil eu entregar o meu mundo pra ela assim, tá doendo, tá machucando, tá difícil… Mas é assim que tem que ser, você com ela. E eu… não sei quem sabe eu encontre alguém que me faça sentir completa. Eu tô te entregando pra ela, porque eu sei que não vai adiantar eu fazer drama ou qualquer outra coisa, porque você não vai voltar. Talvez teu lugar seja ao lado dela, não do meu. Ela, provavelmente, vai curtir assistir à um jogo de futebol contigo e vai te ajudar a se limpar quando tu se melar todo tomando sorvete; aposto que ela não vai zombar de ti como eu fazia. […] Mas uma hora ou outra, você vai sentir falta das minhas esquisitices… Eu sei que vai. Principalmente quando vocês forem à livraria; tu irás direto à seção de romances internacionais e perguntará: qual vai ser o da vez? e perceberá que ela não estará do teu lado, com os olhos brilhando, mas sim na seção de CDs. Contudo, a minha falta não vai chegar nem perto do amor que tu sentirás por ela, não causando nenhum impacto em tua vida. Eu virarei uma memória esquecida, como as fotos coladas no fundo do meu guarda-roupa. E se não der certo com ela? Virarão as outras, ocupando ainda mais o lugar que deveria ser meu. Mas, o que importa é a sua felicidade. E se você ficar feliz, nada mais importa. Eu dou um jeito comigo… Daqui há um tempo vai passar, nem se preocupe. Eu irei encontrar alguém para acalmar essa tempestade dentro do meu peito e eu e você seremos felizes; cada um com a sua suposta alma gêmea. […] Basta dar tempo ao tempo, querido. Mas, tenha a certeza que o que restou de nós, nada nem ninguém irá conseguir tirar de mim. Manu e Rafa -(c-omplexas)


“E eu que imaginei que não iria superar, que não ia esquecer. Pois estou aqui ouvindo aquela música que nós dizíamos que era nossa, e adivinha? Não choro mais ao ouvir ela. Pois estou aqui vendo suas fotos, e dessa vez, não vou ficar imaginando nada. Tô superando aos poucos… Tô me livrando aos poucos de você, tô ignorando quando as pessoas falam de você. As cartinhas que eu guardava, joguei fora. Parei de me preocupar com você, parei de ficar atualizando suas redes sociais de minutos em minutos. E quando a saudade bater, eu não vou tá ai do seu lado, te abraçando, pagando de idiota. Sabe aonde eu vou está? Numa festa, me divertindo. Mas dessa vez eu vou fazer a escolher certa, vou achar um homem indecente. Não um garoto feito você que me fez de palhaça e depois jogou fora, como um papel. Vou cuidar mais de mim, alias já estou fazendo isso. Vou ser feliz, e pode ter certeza que eu ainda vou jogar na sua cara que eu beijei garotos bem melhores que você. E você ainda vai me encontrar e dizer “me arrependo de ter deixado você escapar”. Mas já vai ser tarde, muito tarde. E você vai se tocar que eu fui a melhor pessoa que apareceu na sua vida, que eu te amei, como ninguém amou. Que eu fiz coisas, que ninguém iria fazer por você. Que eu fui a unica pessoa que te amou de verdade, que se importava de verdade, e você vai se arrepender e vai querer voltar atrás, mas aquela trouxa não vai estar mais aqui. Ela vai estar em outra se divertindo e você vai estar na pior. Sinceramente tenho pena de você, tenho pena de você ter achado que ia me enganar pra sempre. Tenho pena desse ser nojento que você virou. Mas eu não me importo, eu torço por você, sinceramente. Torço para que você melhore, ou que continue na mesma, tanto faz. Você não faz mais parte de mim, então me desculpe, mas eu não me importo mais. Esquece o que passou, porque eu esqueci faz um tempão.”
~ Manu e Ana (c-omplexas)

Ultimamente percebi que tenho perdido tantas coisas, desde uma caneta de escola, até você. Não quer dizer que eu não corri atrás, muito pelo contrário eu fui sim e então encontrei, o encontrei com aquela menina loira dos olhos bem pretos e com a cintura feitinha e ao seu lado, pelo jeito você devia ter acabado de conhece-la. Te encontrei no lugar que eu menos pensei que poderia ter te encontrado, naquela balada no centro da nossa pequena cidade, que quando estávamos juntos você sempre dizia que nunca iria lá, só iria se um dia estivesse realmente precisando beber para deixas as mágoas, e sabe eu percebi que você estava com a camisa que eu te dei, continuei acreditando que você só a pegou porque era a primeira do seu guarda-roupa, mas eu com essa mente ridícula veio o devaneio que você vestiu a camisa preta que tinha uns desenhos estranhos atrás, só porque eu que te dei, mas preferi acreditar que só pegou por ser a primeira do guarda-roupa. Quando você me olhou eu percebi no seu olhar, no seu corpo que você batia os pés no chão e balançava o rosto, que eu me lembre era assim que você ficava quando me via beber, mas agora beber não tem sido o pior problema pra mim. Percebemos juntos que nós queríamos nos falar, mas é nessas horas que o orgulho cresce dentro da gente. Eu te olhei talvez pela última vez e percebi que também me olhava, queria dizer que nós não damos certo, que não passou de uma paixão idiota de dois desocupados, assim eu me sentiria melhor, mas não era verdade, e como sempre dizem, a verdade dói, agente dá certo sim, nós sabemos, mas os nossos erros parecem que são maiores, não maiores que nosso amor e sim maiores que o nosso orgulho, que fez com que procurássemos um pelo outro e não quiséssemos voltar atrás do nosso próprio amor. Mas eu confesso, não pude deixar de pensar nos "e se…", já pensou se tivéssemos dado certo? Ou se tivéssemos parado nesse momento, nós dois no bar, você com uma loira de admirar e eu com meu copo de uísque, nos olhado nos olhos e dito todas as verdades que se passavam em nossa mente? Eu sei que poderíamos dar certo, que poderíamos ser você e eu de novo, vamos lá, não seria tão difícil, seria? Nós tínhamos o futuro perfeito em nossas próprias mãos e o deixamos fugir, como se não valesse nada, quando na verdade valia tudo. Talvez as outras garotas poderão te dar algo que eu não pude, um corpo escultural, um sorriso de dar inveja e um beijo de fazer o corpo inteiro arrepiar. Mas eu posso te dar algo que elas nunca serão capazes, o meu coração, o meu amor e a certeza de um "para sempre". Mas não, você preferiu aquelas que vão te satisfazer por algumas horas a garota que te daria um futuro, sendo assim, tudo o que eu posso fazer é olhar nos seus olhos e dizer: ”Tudo bem, seu trabalho aqui acabou, agora vire as costas, passe bem e vá-se embora”. Letícia e Nicole - (c-omplexas)


cade vcs? aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa, necessito de mais textos novos perfeitos!
Anônimo

Oun, amor! Que lindo ler isso! Só que nós estamos meio sem tempo… Mas, daqui pra segunda sai um texto novo, ok? s2 / Rafa


Há 2 anos · 0 notas · reblog

Todo o tempo as pessoas estão empurrando conselhos para mim. Qualquer hora, por qualquer motivo. Como se elas fossem monges de um templo sagrado, pelo qual a opinião é valiosíssima. Elas se acham sábias porque são mais velhas, olhe só. Não é o meu ódio pela lição de moral que me faz ficar revoltada com essas pessoas. É meu ódio a hipocrisia. Elas não conseguem resolver seus próprios problemas, vivem atarefadas, com uma rotina interminável, com um stress gigante, com dor de cabeça. Mas mesmo assim se acham na posição de me aconselhar a algo. É realmente fácil falar quando não é com você. Quando não é a sua garganta apertada, seu coração doendo, sua mente um hospício. Ah sim, mas vai passar. É, elas são sábias! Vai passar! Que palavras reconfortantes, não? Vai passar. Quando? Quando eu decidir botar uma arma na minha cabeça e ser digna de pena? Não vai passar, não. Eu já estou farta! Será que ninguém entende que é pressão demais para uma garota como eu? O que tem aqui dentro de mim é um coração, não ferro. Ora droga! Olhe para o seu próprio umbigo antes de vir dar-me conselhos. Ponha-se em meu lugar antes de abrir a boca para falar qualquer asneira. Deixe de lado esse seu egoísmo e reflita o quão frias são suas palavras! Perceba que não há nenhuma armadura ao meu redor para proteger-me. É apenas carne e osso, puramente. Vá resolver os seus problemas e permita que eu tenha uns instantes de paz para que eu consiga resolver os meus. Chega desse blá-blá-blá. O fato de ter anos a mais na identidade não significa nada. Somos todos humanos. Cometemos erros. O que me dará a certeza que com esses conselhos, você estará cometendo a burrice de insistir nos mesmos erros? Deixe-me tentar! Deixe-me quebrar a cara para que depois eu possa dar a volta por cima. Deixe-me ver os dois lados da vida; o certo e o errado. Deixe-me viver! Estou com fadiga dessa ditadura que impõem-me. Já que este é um país livre, por que insistem em dizer-me o que fazer? Sigamos a regra, então: não se meta na minha vida, que eu não me meterei na tua. Que tal? Let e Rafa - (c-omplexas)


Apesar de todos os problemas que passastes, todas as pessoas que já pisaram na bola com você. Apesar de todos os amores não correspondidos, das pessoas que entram na sua vida e depois saíram do nada. Apesar de todas as amizades falsas, dos amigos interesseiros. Apesar de as vezes nada dá certo na sua vida, apesar de tudo que você já passou: não desista assim tão fácil da sua vida, de ser feliz. É eu sei que não é fácil… Eu mesma já pensei em desistir e fazer coisas piores. Mas aí lembrei que tem pessoas que me amam de verdade e que querem me ver bem; que existem pessoas que se importam — por mais que sejam poucas. Pode ter certeza que a felicidade vai chegar pra você, mesmo que demore um pouco. Ela chega… Contudo, não vou dizer que ela vai ficar pra sempre. Pois afinal, na vida você vai ter esses dias tristes. Este é o percurso natural da vida, não dá para pular as etapas ruins e aproveitar só as coisas boas. É preciso aprender lições com os erros que atormentarão ainda mais o teu pobre coração para que não insistas em pressionar a mesma tecla quebrada todas as vezes. E, apesar dos pesares, és tão jovem! Tens a capacidade de correr atrás do que desejas. Faças uma varredura em si, aposto que encontrarás vestígios da felicidade aí dentro. Porque ela é como uma lembrança pouco utilizada pelo cérebro; vai ficando cada vez mais de lado com a chegada de novas recordações, porém, quando tu precisastes dela, a acharás. Não que ela vá aparecer com essa extrema facilidade, porque não vai. Então, não há motivos para desespero. A tua felicidade, menina, não está perdida. Ela está apenas escondida, esperando o momento certo para revelar-se e contagiar-te com toda a sua esplendência. Todavia, não acomode-se com o pouco. Queira mais. Corra atrás. Vá arrancar sorrisos com as tuas piadas sem graça; dê um bom prato de comida ao menininho que dorme na esquina do teu prédio; passe uma tarde com aquelas crianças do hospital que possuem câncer. Nada irá fazer com que tua felicidade aumente tanto quanto aquele momento que tu a tiver dividindo com outro alguém. Lembre-se que felicidade rima com solidariedade. Não encha-se de amargura ou solidão. Abranja amor; ao próximo e a si mesma. Pois só assim, garota, que tu conseguirás encontrar o teu caminho de pedras douradas em direção à felicidade imensurável. Manu e Rafa - (c-omplexas)


Críticas, críticas e mais críticas. É só o que você encontra quando só quer esquecer. Ás vezes tudo que você precisa é de um elogio sincero e um sorriso, mas ninguém está ali. Nunca ninguém liga para o que você fez de bom. E isso machuca de verdade, você se sente inútil, e tem vontade de sumir do mundo. Aquilo vai deixando você cada vez mais triste, até que para. Até que você tem um descanso. Você se alegra, se enche de esperança, e corre para os braços da vida como se ela te fizesse um grande favor. Só que ela só quer te sacanear; rir da tua cara. Então, por favor, não caia nessa isca na próxima vez. Deixe a inocência de lado, você já está grandinha de mais pra saber que vivemos em um mundo de crueldades. Ninguém está interessado se você está bem ou não, o que é importante é se eles são os causadores da tua desgraça — pois só assim poderão ter algo de que se orgulharem. Então, tome uma dose de amadurecimento e levante essa cabeça. Lembre-se que você não está mais sob as asas de seus pais. Agora é você contra o mundo, da forma mais nua e crua que possa existir. E, por isso, imploro-te: encontre forças dentro de ti, garota! Nada de choros pelos cantos ou martirizações por saudades, mas sim, um sorriso brilhante escancarado nos lábios para expor ao mundo o quão suficiente você é. Mostre-se a mais brilhante guerreira e faça parte dessa batalha de corpo e alma, derrotando teus inimigos e destacando-se em meio aos outros. E, como uma última súplica à ti repito: sorria. Sorria e exponha tua essência aos quatro ventos; mostre tua benevolente alma à quem merece usufruir de um pouco da felicidade acaçapada em ti e, deixe radiar esse brilho que está encadeado dentro de tamanha exuberância que és tu. Let e Rafa - (c-omplexas)


É tão engraçado que com milhares de pessoas no planeta, nosso coração precise somente de uma e seja essa única pessoa aquela que não podemos ter. Seres humanos tem mesmo uma tendência ao masoquismo, procuram a dor em todos os lugares e quando não a encontram recorrem ao amor, a saída mais rápida e simples para a pior dor de todas. Eu nunca tive a intenção de sentir tal dor, mas o destino a ela me reservou. Foi tudo tão de repente, achar a pessoa perfeita e logo perdê-la. Seria tão mais fácil se eu pudesse escolher! Se eu, de alguma forma, mandasse neste órgão inútil e desprezível. Eu poderia simplesmente esquecer do amor, esquecer dele, e partir pra outra. Pra alguém que me queira. Alguém que me faça bem. Alguém que me mostre o que é o amor. Porque eu sinceramente não acredito que o amor seja esta porcaria que nos machuca e nos dá o poder de dilacerar uns aos outros. Isto que eu sinto deve ser outra coisa, algo perigosamente parecido com o amor. Mais sombrio, mais convidativo. Amor é o que ele está sentido por outra garota, ela o ama. Ele a ama. É correspondido. E eu tento não invejá-la, tento não pensar no quanto ela é melhor do que eu, no quanto ela tem mais potencial. Como não mandamos em droga nenhuma, eu penso sim, toda hora, que eu não sou boa o suficiente. Que qualquer outra pessoa no mundo poderia ocupar meu lugar sem esforço algum. Talvez eu esteja enganada, talvez eu seja única. Quem sabe não tem alguém aí, esperando por mim, gostando de mim, me achando perfeita. Mas antes de me encher de esperanças, vou me isolar num quarto sozinha, pra desfrutar da dor amarga e silenciosa. Nicole e Let - (c-omplexas)


Por vezes eu tentei fugir da verdade, me teletransportar para outra realidade, alguma realidade que estivesse ao meu favor, para variar um pouco, sabe? As vezes o mundo pode ser cruel conosco, ele nos impõe as dificuldades mais extremas e todos esperam que passemos por elas assim, em um piscar de olhos. Quem me dera fosse assim. Por vezes me vi ajoelhada em frente a minha cama, pedindo a Deus uma “mãozinha" para continuar a viver, a respirar, pedindo para não cair novamente diante da menor dificuldade, como fizera anteriormente. E parece que ele me ajudou, eu aprendi a lição, da maneira mais difícil, mas aprendi. Quanto mais eu tento fugir da realidade, mais eu bato de frente com a dificuldade de aceitar o que a vida propôs para mim. É como uma algema, se você tentar se livrar dela, ela te prende ainda mais, te limita. Se o teletransporte está em falta, pelo menos mantenho o controle sobre os meus pés, para que quando a vontade de desabar chegue, eu segure com força o que tiver ao meu redor e me mantenha firme, dificuldade a gente passa com a cabeça levantada, se não o chão passa a ser a melhor das companhias. Não foi essa a vida que escolhi ter, tampouco posso fazer grandes coisas para mudá-la, mas se é esse o grande desafio, espero ter força para enfrentá-lo. Nicole e Mari -(c-omplexas)


Você foi a pessoa certa, no momento certo. Me desculpe se algumas vezes fui tão hipócrita e te tratei mal. Você nunca deixou de estar ao meu lado. E eu te agradeço muito por isso. Sempre de braços abertos e um sorriso maravilhoso, era assim que você ficava me esperando… Quando eu estava tão mal, você me confortava de um modo, que me fazia ficar completamente bem. Te digo com todas as letras que você foi a melhor coisa que me aconteceu. E apesar dos tropeços que tivemos juntos, nada se compara com as brincadeiras, os sorrisos e as caricias. Eu cresci ao seu lado, e depois de tudo que passamos juntos, tenho certeza que você é a pessoa perfeita. Sem aquelas coisas de alma gêmea, outra parte da laranja ou meu príncipe encantado. Você é apenas a pessoa perfeita. Apesar dos outros me contrariarem, você é aos meus olhos, sim, perfeito. Certa vez li em algum lugar, que a pessoa perfeita não é aquela que não tem defeitos, é aquela pessoa que tem defeitos, mas as qualidades os encobrem quase completamente. Viu? Quase. Essa é a perfeição. Uma pessoa que tem fraquezas. E eu sou irrevogavelmente apaixonada por você por isso. Tão doce e ao mesmo tempo tão frio. Tão meu. Eu te amo, e amo mesmo, mesmo não sabendo amar. Giulia e Let - (c-omplexas)